Notícias Turismo

22 de Junho de 2017 às 15:46h

Dados do turismo são apresentados em publicação da Sedec

       A Secretaria Adjunta de Turismo da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) finalizou o balanço de informações e dados sobre o turismo em Mato Grosso referente ao ano passado. O documento intitulado ‘Turismo em Números’ será disponibilizado em breve no site da Sedec.

       O documento traz informações sobre a movimentação nos principais aeroportos do Estado, dados sobre o setor hoteleiro, geração de empregos nos diversos segmentos turísticos, dentre outros, como os números do Cadastur, sistema criado pelo Ministério do Turismo para consultas públicas. De acordo com o balanço, em 2016 foram registrados 562 cadastros entre novos e renovações em todo o Estado.

       Além disso, a pesquisa traz os valores aprovados pelo programa Desenvolve Turismo, gerido pela Agência de Fomento do Estado (Desenvolve MT), através do Fundo de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Fundeic) que disponibiliza linhas de crédito para o financiamento de projetos, apoiando as micro, pequenas e médias empresas do turismo, tanto na área urbana quanto na rural.

       A soma das propostas para obtenção de crédito com recursos do Fundeic, específicas para o turismo, somaram mais de R$ 4,5 milhões.

       Em relação ao movimento nos aeroportos, segundo dados fornecidos pela Infraero e pelas respectivas administrações locais, a equipe da Coordenadoria de Pesquisa e Planejamento do Turismo apurou que o fluxo de passageiros contabilizou 1.443.541 embarques e 1.393.376 desembarques em 2016.

       O turismo também movimenta toda a cadeia hoteleira. No ano passado foi registrada uma ocupação total de 53,99% com diária média de R$ 191.19. A ocupação nos respectivos semestres se manteve equilibrada com ocupação de 53,27% e 54,70%, respectivamente. Os meses de maior ocupação foram maio (63,9%), (61,67%), julho (59,78%) e novembro (61,85%).

Empregos

       O setor de alimentação foi o segmento turístico que mais gerou empregos, com pico no mês de agosto, atingindo 16.757 vagas, seguido pelo de alojamento, tendo julho como melhor mês, com 6.942 pessoas empregadas. Transporte terrestre, agência de viagem e aluguel de transportes dão sequência como áreas que mais empregam em Mato Grosso no segmento do turismo.

       Para o secretário adjunto de Turismo, Luis Carlos Nigro, todo o trabalho desenvolvido pela equipe exigiu paciência e muita dedicação, porque nem sempre é fácil coletar dados e valores diretamente nas empresas, pois, muitos empresários têm receio de divulgar seus balanços, sobretudo para órgãos públicos. “Sem contar que ainda há aquela cultura de não fazer o devido cadastramento dos seus visitantes e clientes, com dados que não se limitem a nome, endereço e telefone, mas, que vão além e respondam perguntas como motivação, o que espera encontrar, média de valores gastos, como escolheu aquele lugar para conhecer, impressões sobre passeios, estrutura, entre outras informações que nos ajudem a mapear o turismo em Mato Grosso para detectar os gargalos e fomentar ações estratégicas”, explica o gestor, ao anunciar que a edição de 2017 deverá ser publicada no 1º semestre do ano que vem.

Fonte: Sedec-MT

Autor: Renata Menezes