O seu dia começa aqui

IML identifica mais 4 corpos do acidente entre ônibus e carreta na BR-163

Identificação dos corpos acontece por papiloscopistas de Sinop, Sorriso e Alta Floresta
Tragédia deixou 8 mortos e 15 feridos na BR-163 - foto: Reprodução

O IML (Instituto Médico Legal) identificou, há pouco, mais 4 vítimas fatais do acidente entre ônibus e carreta na BR-163, nesta tarde (17), há 40 km de Sinop.

De acordo com o IML, as vítimas foram identificadas como Rodrigues Leal Pinto, de 21 anos, Brenda Nunes Ronsoni, de 24 anos, Pedro Carneiro, de 61 anos e Alfredo Lopes da Silva, de 65 anos. Nesta tarde, foram os corpos da professora Sidinei de Oliveira Cardoso, de 48 anos, e do filho dela, Carlos André, de apenas 11 anos, também foram identificados.

Os corpos das vítimas foram encaminhados para o IML de Sinop.

A Polícia Rodoviária Federal confirmou a morte de 11 pessoas, no entanto, o Corpo de Bombeiros, em nota, informou 7 mortos. Não há confirmação de quantas pessoas ficaram feridas.

O prefeito de Sinop, Roberto Dorner decretou luto oficial de 3 dias. O governador Mauro Mendes também se manifestou com uma nota de pesar.

 

ACIDENTE

Onze mortes foram confirmadas no acidente entre um ônibus e uma carreta na BR-163, no inicío desta tarde (17), próximo ao trevo de Vera, há 40 km de Sinop.  O resgate do Corpo de Bombeiros de Sinop e Sorrisos com apoio do helicóptero da Polícia Militar levou cerca de duas horas.

A carreta carregada com grãos colidiu frontalmente contra o ônibus com aproximandante 45 passageiros. O impacto arremessou as vítimas que estavam sem o cinto de segurança.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal,  três vítimas em estado grave foram socorridas de helicóptero até o estacionamento da Igreja Catedral em Sinop e foram levadas pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Regional. Em seguida, outra vítima foi levada para o Hospital Regional de Sorriso.

A PRF confirmou a morte de 11 pessoas, no entanto, o Corpo de Bombeiros, em nota, informou 7 mortos. Não a confirmação de quantas pessoas ficaram feridas.

Os corpos das vítimas foram encaminhados para o IML de Sinop.

 

Perícia preliminar

Uma perícia preliminar no local do acidente identificou marcas de frenagens do ônibus na pista contrária. Segundo o perito criminal, Leandro Valendorf, a investigação da causa do acidente aponta invasão de faixa.

Ainda de acordo com o perito, o motorista da carreta tentou manobrar para evitar o impacto frontal.  “A gente observa preliminarmente que existe uma reação do condutor da carreta de livrar a cabine. Os danos foram nos eixos traseiros da carreta, ou seja, não houve colisão frontal, isso sugere que o condutor conseguiu evitar um pouco, todavia, não conseguiu livrar o restante da carreta”. Pontou.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica continua no local com a Polícia Rodoviária Federal. O tráfego continua interrompido e apenas carros de passeio passam pela lateral da rodovia.

Carreta tombada na pista – Foto: Reprodução