O seu dia começa aqui

Família descobre no velório que corpo da mãe foi trocado em MT

Raimunda da Silva, de 59 anos, morreu no domingo (15), e após o translado do corpo, a família descobriu que o corpo estava trocado
Família descobre que caixão estava trocado após abrir para velório — Foto: Reprodução

Uma família de Santa Cruz do Xingu, a 607 km de Sinop, descobriu, ao abrir o caixão durante o velório, que o corpo da mãe, Raimunda da Silva, de 59 anos, havia sido trocado por outro. O caso aconteceu nesta terça-feira (17).

De acordo a família, Raimunda da Silva, de 59 anos, estava internada no Hospital Geral em Cuiabá e morreu no domingo (15). “Quando a gente abriu o caixão era outro corpo. Ela estava no Hospital Geral, tinha câncer. No entanto, meu irmão ficou para cuidar do translado, mas não deixaram e o corpo dela foi parar em Pontes e Lacerda”, afirmou.

De acordo com a gerente da funerária, Osvair Marcos da Silva, foi um erro do hospital.

“O funcionário do hospital é quem entrega o corpo. São apresentados os documentos e a pessoa que entrega para funerária. Me parece que aconteceu dois óbitos na mesma data no hospital, de Santa Cruz do Xingu e de Pontes e Lacerda. A documentação foi entregue corretamente, mas o corpo foi de outra pessoa”, informou.

O Hospital Geral de Cuiabá informou por meio de nota que no caso de retirada de corpo, o paciente é duplamente identificado através de etiquetas aderidas ao corpo com informações para facilitar o procedimento pelo agente funerário. O hospital ainda afirmou que procedimentos foram seguidos pela equipe, porém não houve o mesmo do serviço funerário.

A funerária fez a remoção do corpo trocado, mas ainda não tem previsão para o velório.