O seu dia começa aqui

Obras paradas das feiras livres em Sinop completam 10 meses

Projeto prevê construção de mil metros quadrados em cada feira. Serão disponível 30 boxes de área coberta, estacionamento, além de banheiro feminino e masculino.
Local de construção - foto: Assessoria

As obras de duas feiras livres, na Praça P-23 e P-09, entre as avenidas dos Ingás e Palmeiras e Sibipirunas e Jatobás, completam 10 meses paralisadas. Orçadas em R$ 2,79 milhões, o empreendimento deverá atender feirantes e consumidores na comercialização de produtos locais.

O convênio de construção foi firmado em janeiro de 2018, mas, somente em 2021 as obras começaram. Segundo a construtora responsável, Hábil Construtora, apenas 1% do valor do contrato foi repassado pela prefeitura.

O proprietário da construtora, Eraldo Titico, ao portal GC Notícias, em março deste ano, afirmou que o prefeito Roberto Dorner quer boicotar a empresa. “O prefeito me disse que quer tirar o contrato da empresa”, afirmou.

As obras das duas feiras livres estão em situação de abandono. Apenas os tapumes foram instalados. Segundo a empresa, a prefeitura deveria repassar R$ 500 mil de valor inicial, no entanto, apenas R$ 80 mil foram repassados.

Além disso, o reajuste anual, previsto no contrato, ultrapassou R$ 3,49 milhões.

Por meio de nota, a prefeitura informou que instaurou um processo administrativo em fevereiro deste ano para apurar as razões da empresa para paralisar as obras.