O seu dia começa aqui

Caso suspeito de varíola dos macacos em MT é descartado pela Secretaria de Saúde

Secretaria informou que há um caso sendo investigado na Bolívia, país que faz fronteira com Cáceres. Em Mato Grosso, no entanto, não há registros da doença.
Cientistas dizem que não estamos diante de um problema global da dimensão da Covid-19, porque a varíola dos macacos é mais conhecida dos cientistas e não se espalha tão facilmente — Foto: Getty Images

A Vigilância em Saúde de Mato Grosso destacou um caso suspeito de varíola dos macacos em um morador de Cáceres, a 220 km de Cuiabá. A situação foi esclarecida nesta segunda-feira (30) após investigação do Centro de Informações Estratégicas (Ciev).

Cáceres entrou em estado de atenção na última quinta-feira (26) após circular uma denúncia anônima de que uma pessoa do município estava infectada com a doença.

“Tivemos uma denúncia que uma pessoa passou pela fronteira com o braço cheio de lesões características da doença. Então, colocamos os nossos profissionais em estado de alerta. As pessoas que virem casos característicos podem informar para Vigilância em Saúde, ou qualquer unidade de saúde do nosso município”, diz o comunicado emitido Secretaria de Saúde.

Por causa disso, a secretária municipal de Saúde, Elis Fernanda de Melo Silva, informou que a cidade estaria em estado de alerta e comunicou ao estado.

No comunicado divulgado emitido pelo Cievs nesta segunda-feira, no entanto, foi relatado que a Bolívia, país que faz fronteira com Cáceres, está com um caso suspeito da enfermidade em investigação. A pessoa que pode estar infectada está em isolamento.

Além disso, o Centro de Informações ressaltou que todos os órgãos relacionados à saúde estão em estado de “alerta”.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) também emitiu uma nota informando que foi notificada sobre o descarte do caso da doença no município. Além disso, a pasta esclareceu que no momento, em todo o estado, não há nenhum caso confirmado da doença ou sobre investigação. Veja a íntegra:

“A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) informa que o município de Cáceres emitiu uma nota à SES e esclareceu que não há registro de caso suspeito de varíola do macaco no município. Portanto, até o momento, não há registro ou suspeita da doença em Mato Grosso.

Os casos suspeitos de Monkeypox deverão ser notificados de forma imediata, em até 24 horas pela Vigilância local de cada município, por se tratarem de eventos de saúde pública conforme disposto na Portaria nº 1.102, de 13 de maio de 2022.

A pasta tem monitorado e acompanhado o cenário mundial por meio da participação do Cievs-MT na sala de situação do Cievs nacional”.

 

Fonte: G1