O seu dia começa aqui

Operação contra pesca predatória continua no Rio Teles Pires em Sinop

Polícia de Proteção Ambiental informou que operação iniciou após denúncias na Secretaria Estadual de Meio Ambiente
Policiais utilizam barco para monitorar pescadores - foto: Polícia Ambiental

A Polícia Militar de Proteção Ambiental continua com rondas no Rio Teles Pires em Sinop, próximo a usina, para deter pescadores com pesca irregular. A legislação ambiental prevê prisão de 2 a 5 anos e multa entre R$ 700,00 a R$ 100 mil para crimes de sobrepesca.

A operação conta com quatro policiais que percorrem o rio em pontos estratégicos.  Dois pescadores foram presos, com armazenagem de peixes acima do permitido e com medidas e tamanhos irregulares.

As prisões ainda devem ocorrer a pescadores que utilizam apetrechos proibidos. A Polícia Ambiental informou que não há prazo para a operação terminar.