O seu dia começa aqui

Assassino usou pedaço de madeira e cadarço para matar Thalia; diz perícia

Imagem: Osvaldo Pereira - SBT Sinop

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (POLITEC) identificou a causa da morte de Thalia Cristina dos Santos, de 24 anos, encontrada morta na segunda-feira (18), em uma construção em Sinop. Conforme laudo da perícia, a vítima foi assassinada por asfixia com um cordão e um pedaço de madeira.

Em entrevista ao SBT Comunidade, o perito Edson Gomes revelou que foi encontrado no pescoço da mulher um cadarço preso em um pedaço de madeira. O assassino criou uma espécie de torniquete para matar a jovem. “O agressor por meio de movimento de rotação provocou asfixia da vítima, ela não tinha nenhuma outra lesão externa ou interna que pudéssemos identificar. Falou.

Thalia Cristina – foto: arquivo pessoal

A perícia aguarda resultado dos exames para constatar se houve abuso sexual.

O corpo da jovem foi sepultado ontem à tarde (19) no Cemitério Municipal com a comoção da família e amigos.

O crime é investigado.