O seu dia começa aqui

Mato Grosso confirma dois casos de varíola dos macacos

Pacientes são moradores de Cuiabá e estavam sendo investigados desde o dia 28 de julho.
Lesões na pele causadas pela doença - imagem ilustrativa

Dois casos positivos para varíola dos macacos foram confirmados pela SES (Secretaria Estadual de Saúde) em Mato Grosso. Segundo a pasta, outros seis casos suspeitos são investigados.

Os pacientes são moradores de Cuiabá e eram monitorados desde o dia 28 de julho.

Os casos investigados são dois em Várzea Grande, três em Rondonópolis e um em Sorriso.

A SES recebeu o resultado positivo para dois casos de monkeypox vírus, popularmente conhecido como varíola dos macacos.

Os dois casos envolvem homens residentes em Cuiabá, de 39 e 40 anos, que estiveram fora da cidade e apresentam sintomas leves da doença.

As amostras foram confirmados pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso (Lacen-MT) e direcionadas para o laboratório da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), unidade de referência nacional para a análise do material.

Conforme a secretaria, os dois pacientes suspeitos apresentaram lesões características da doença, mas sem nenhuma complexidade.

Os dois indivíduos irão permanecer em isolamento até o desaparecimento completo das lesões, cerca de duas a três semanas, ou até 21 dias.

Sintomas e prevenção

Os principais sintomas da varíola dos macacos são linfonodos inchados, lesões na pele, febre, dor de cabeça, dores musculares e dores nas costas. Caso haja a manifestação destes sintomas, procure uma Unidade Básica ou de Pronto Atendimento.

Para a prevenção da doença, coloque em prática as medidas de biossegurança, como o uso de máscaras, distanciamento físico e higienização das mãos, e evite tocar em lesões ou compartilhar objetos com pessoas infectadas.